Você gostaria de criar uma planilha que vai te garantir um aumento salarial?

Eu creio que sim.

Mas como ter a certeza de que você será bem visto aos olhos do chefe?

Hoje eu vou te mostrar os 4 fatores cruciais pra você crescer como profissional. E como o Excel pode te ajudar a conquistar cada um deles.

Ao trabalhar a simplicidade desses 4 fatores você garante o seu reconhecimento profissional.

E antes de te mostrar a base para crescer na carreira…

… pensa aqui comigo:

Por que alguns funcionários são demitidos das empresas e odiados pelos chefes?

Para mim é muito claro:

  • São ineficientes e não conseguem entregar resultados
  • São descomprometidos com os objetivos da empresa
  • Estão desmotivados por não estarem fazendo o que gostam
  • Eles são pouco qualificados para o trabalho que executam

Estes são os 4 fatores essenciais que facilitam ou dificultam o seu desempenho na carreira.

Agora vamos ver esses elementos em detalhes

Os 4 fatores para sua promoção

Se você deseja:

  • Ser reconhecido como indispensável na sua função
  • Ser visto como alguém com grande capacidade de planejamento e execução
  • Ser lembrado como um profissional de alta eficiência e entrega de resultados

Então você precisa estar atendo a esses 4 fatores:

  • Como seu comprometimento é percebido pelo seu chefe
  • Como está o seu nível de entrega de resultados
  • Como anda o seu nível de motivação
  • Como seu nível técnico é percebido pelo seu chefe

Em minha última experiência profissional eu passei por um sério problema de falta de reconhecimento.

Eu havia acabado de entrar no escritório do setor de manutenção e como todo bom novo profissional eu estava ávido por desafios.

Comecei com um salário baixo, mas tinha a certeza de que em no máximo 2 meses (doce ilusão) meu potencial e empenho seriam percebidos.

O resultado demorou um pouco mais do que eu esperava, e muito mais do que eu achava que merecia, espero que você nunca tenha passado por isso.

Depois de quase um ano, por ter abraçado todas as tarefas possíveis, um novo grande desafio entregue a mim acabou com a minha capacidade de entrega de resultados.

Eu estava soterrado de trabalho, e a empresa começou a passar por uma crise financeira. O resultado? Meu salário era metade do salário dos demais colegas e a diretoria havia congelado os aumentos.

Eu lutei com todas as minhas forças para sobreviver a pressão das tarefas atrasadas, as crises constantes e os problemas graves daquela nova função que eu não tinha tempo pra criar soluções eficientes.

Eu perdi até a bolsa que havia conquisado para fazer faculdade porque faltava às aulas pra trabalhar, quando ia às aulas ficava fazendo atividades da empresa, sem contar os dias que eu chegava em casa tão DESESPERADO que só conseguia deitar, dormir por 10 horas consecutivas e acordar ainda mais cansado no dia seguinte.

Eu me sentia constantemente assombrado!! pelos problemas que eu não tinha resolvido e poderiam estourar a qualquer momento.

Eu me sentia humilhado por ganhar metade do salário dos meus colegas, mesmo sendo o único que trabalhava até 13 horas por dia pra dar conta das suas funções.

Eu me sentia extremamente desvalorizado, pois não via nenhum esforço do meu chefe para aumentar o meu salário, nem mesmo pra enviar a solicitação à diretoria, mesmo que fosse só pra representar que ele se solidarizava com a minha situação.

Como a minha insatisfação atrasou a minha carreira

Eu travei uma perseguição ao meu chefe por não aumentar o meu salário. Afinal na minha visão, o aumento de salário era o reconhecimento máximo que eu poderia receber.

Mesmo que a vida profissional fosse um inferno, se eu conseguisse pagar as minhas dívidas continuaria suportando aquilo.

Na época eu não conseguia enxergar, mas vamos analisar juntos as razões de eu não ter conseguido um mísero aumento de R$ 100,00 em mais de dois anos de trabalho árduo…

Vamos voltar aos 4 fatores que eu citei no início desse artigo…

O comprometimento visivelmente esse era o meu ponto forte, trabalhava até as 9, 10 da noite, abria mão da vida pessoal em busca dos resultados da empresa.

Motivação não me parecia um problema, pois eu compensava a falta dela com esforço e dedicação. Mas veremos mais adiante que o esforço excessivo que tive que fazer me trouxeram prejuízos em outras áreas.

Sobre a percepção do meu chefe sobre mim… O que dizer de um funcionário não pára de pedir aumento de salário, além de se mostrar muito, mas muito (ênfase no muito) estressado na sua função.

E o nível técnico? De manutenção (meu setor) eu realmente não entendia nada. Entendia do meu trabalho porque fazia ele todo dia.

Sem contar que quando entrei lá, eu estava cursando faculdade e naquela altura já tinha parado.

Eu não tinha mais tempo pra estudar! Era o que eu pensava.

Então, podemos concluir que era justa a situação em que eu me encontrava…

É claro que não! Se você estiver em uma situação parecida com a minha, se seus colegas são mais reconhecidos simplesmente porque tem volumes de trabalho menores que os seus…

Exija seu direito de ser avaliado nas mesmas condições ou procure outro emprego imediatamente. A sua sanidade mental agradece.

Mas depois de todo esse drama, afinal, eu consegui o meu aumento?

Antes de te contar isso eu preciso te dizer o que aconteceu que mudou completamente a minha vida!

Uma planilha.

Claro que mais do que a planilha em si, a minha decisão de fazê-la, mudou a minha situação.

Eu decidi montar uma planilha que automatizasse tudo o que fosse possível no meu processo principal, dediquei as próximas 4 semanas para ela.

Inclusive me recordo que, no dia 31 de dezembro enquanto a minha família estava reunida para celebrar a chegada do ano de 2013, eu estava sozinho trabalhando na minha planilha. E quando me dei conta já eram 00h40 e nem percebi que o ano havia virado.

Lembro como se fosse ontem, o sentimento de opressão que estava sentindo, de “ter” que fazer aquilo pra sobreviver.

Os detalhes do final da história eu prometo compartilhar em breve, mas o que você precisa saber é que na sequencia os desafios aumentaram demais (eu que achava que isso era impossível, me estrepei).

Meu chefe pediu a conta, meu novo chefe me odiava por causa do preconceito que tinha com a minha função na empresa! Mas aquela planilha… Ela me permitiu aos poucos, ser mais eficiente no uso do meu tempo. Fazer muito mais atividades, em muito menos tempo.

Com uma mente mais tranquila, fiz sacrifícios extremos na vida financeira e saí das dívidas sem a necessidade do meu aumento.

Essa mente tranquila me permitiu recomeçar os estudos, dessa vez um curso técnico gratuito, mas que seria a porta de entrada para uma vida acadêmica que eu descobri que amo! E que vem sendo muito recompensadora.

E o meu aumento? Ele veio, e quando veio, veio acompanhado. Recebi reconhecimento de onde eu nem imaginava, engatei sequencias de aumentos seguidas, até chegar ao posto de gestor de suprimentos, com mais 3 colaboradores pra me ajudar.

Conclusão…

Depois de 5 anos percebi que não foi a planilha em si, ou o fato de ser mais eficiente que me garantiu os resultados mais expressivos da minha carreira.

O aprendizado que tive que desenvolver para criar aquela planilha, me tornou uma espécie de referência em Excel dentro do setor e até em outras áreas da empresa.

E lembra o que eu falei no começo desse artigo? O nível técnico percebido pelo seu chefe.

Depois de toda essa luta, sem perceber como isso me ajudaria, adquiri conhecimentos em Excel (nem em manutenção eram!) que me garantiram o que faltava na visão do meu chefe para que eu fosse reconhecido como indispensável…

Se o Joni sair, quem vai criar as planilhas que eu preciso?” Ele devia pensar…

E isso destravou a sequencia de aumentos que me permitiu inclusive, estar aqui hoje, na Academia Excel, compartilhando esse aprendizado com você!

Mas e você?

Quer que seu chefe também te veja como referência?

Eu levei muitos anos pesquisando, acertando e errando sozinho, pra alcançar o máximo do reconhecimento profissional através do meu conhecimento em Excel.

Mas a boa notícia é que você não precisa fazer tudo isso sozinho.

Eu estou preparando a SEMANA DO EXCEL, onde vou te ensinar exatamente como aprendi tudo o que sei em Excel e vou compartilhar tudo isso de forma totalmente gratuita!

Pra garantir a sua vaga no evento, deixa o seu e-mail aqui embaixo. Quando os vídeos forem liberados, eu entro em contato te avisando.

Um abraço!

Joni Bernardes

DESAFIO EXCEL 7D

DASHBOARDS PROFISSIONAIS
EM 7 DIAS

OU SEU DINHEIRO DE VOLTA!

Crie sua conta :)

Na próxima tela você irá completar seu cadastro e transformar seu negócio.

Precisa de ajuda?
💬 Precisa de ajuda?
Olá 👋🏽
Como podemos te ajudar?